sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Meias para todos os tamanhos!!!




Quem se apaixona pelo Universo das meias, apaixona-se a sério e para para valer!
Os modelos seguem-se, uns aos outros e no bulício do “tlic-tlic” das agulhas, nascem pares de meias coloridos, diferentes, com motivos e padrões distintos e em diversos tamanhos.
A verdade é que, nesta ânsia apaixonada de tricotar mais um par de meias, muitas das vezes, surge a dificuldade de adaptar um modelo de meias - ainda que simples! - a tamanhos diferentes, maiores ou mais pequenos e a dúvida ressoa pelos confins do nosso cérebro: “Quantas malhas preciso de montar nas agulhas para tricotar um par de meias para (tal) idade?”
Essa dúvida deixa de ser um problema a partir de hoje! (pelo menos, assim o desejo!)
Uma das técnicas que devemos sempre lançar mão é tirar as medidas ao pé (largura da perna, largura do pé, comprimento do pé) e, por recurso à regra de 3 simples e às medidas da amostra que tecemos previamente (com o fio e agulhas que vamos utilizar) converter as medidas em número de malhas.
No entanto, a meia necessita de “esticar” ligeiramente no pé - como dizemos na gíria, a meia deve “dar-se” ao pé - evitando que ela fique larga ou descaia na perna. Assim, nem sempre o número de malhas que obtemos do resultado da regra de 3 simples, pode ser seguido à risca! (principalmente no que toca à largura!). Desta forma, dizemos (em termos mais técnicos) que a meia tem um “negative ease”, ou seja, o número de malhas é (ou deve ser) ligeiramente inferior àquele que, pela regra de 3 simples, corresponderia ao tamanho em centímetros.
E a verdade é que existe um número de malhas “standard” que pode ser utilizado para este fim. No entanto, aconselho a que seja sempre tirada uma medida, feita a conversão e se verifique se o número standard irá servir, efectivamente, pois, os pés diferem entre si e as “medidas de fábrica” devem ser adaptadas para que a meia nos sirva plenamente e seja confortável.
Além disso, um pé que calce o 40 pode não necessitar de tantas malhas quantas as que são recomendadas numa medida standard, desde logo, porque a perna e o pé podem ser estreitos e não necessitar de 72 malhas, mas apenas de 64!
Para que os tamanhos não sejam mais um problema, disponibilizo-vos uma simples tabela que fui organizando, ao longo do tempo, à medida que fui tricotando vários pares de meias, em diversos tamanhos!
Espero que vos seja útil e que vos facilite a tarefa de encontrar o número de malhas a montar nas agulhas!
A tabela que vos disponibilizo está elaborada tendo por base um fio específico de meias (espessura fingering, composição 75% lã e 25% poliamida), tricotado com agulhas de 2,5mm de espessura e uma amostra 10x10cm, com 26 malhas x 34 carreiras. Se utilizarem um fio de espessura superior e, consequentemente, agulhas de espessura superior também, devem adaptar o número de malhas que necessitam para a montagem inicial.
Grata a todas, de coração! Bons tricots e boas inspirações!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário